Operários paralisam obra de UPA por falta de salário

Vinte operários que estavam trabalhando em uma obra de construção de uma UPA, Unidade de Pronto Atendimento, na cidade de Avaré paralisaram os trabalhos devido a um atraso no pagamento dos funcionários de duas semanas. A suspensão do trabalho se deu quando os funcionários procuraram os responsáveis e não obtiveram nenhuma resposta por parte deles. A construção das unidades é resultado de um convênio entre o Governo Federal e as prefeituras municipais. Quando consultada, a Prefeitura Municipal de Avaré informou que a verba foi repassada para a construtora responsável pela obra e está é a responsável pelo pagamento dos funcionários, porém, apesar do acordo estabelecido por um contrato, este mês o pagamento não foi realizado. Os funcionários aguardam uma explicação, porém tudo o que recebem são promessas de que o pagamento será efetuado em breve.>

Saiba mais nesse link.